A importância de fazer revisões em seu veículo

Você sabia que a falta de revisão do carro aumenta em até três vezes o risco de acidentes? “Cerca de 95% dos acidentes são causados por falha humana ou falha mecânica por falta de manutenção, o que também não deixa de ser uma falha humana do condutor. É preciso mudar, de fato, a cultura no trânsito”, afirma Campestrini, do Observatório de Segurança Viária. Segundo o especialista, além de reforçar a fiscalização no trânsito, com a realização de um maior número de fiscalizações, o país precisa avançar na formação dos seus condutores (http://agenciabrasil.ebc.com.br).

Pra quem trabalha como motorista particular, as revisões preventivas são ainda mais importantes, já que você se torna responsável pelos diversos passageiros que andam em seu carro todos os dias. Diferentemente da manutenção corretiva, uma revisão periódica busca se antecipar aos problemas. Além disso, tem a questão do desempenho e do consumo do carro. Mas não há motivo maior para cuidar bem do seu veículo do que a própria segurança. Reside aí a grande importância da manutenção preventiva. Quem assume esse compromisso se protege melhor contra falhas mecânicas que podem comprometer o controle do carro, elevando o desgaste de peças e demais componentes. E não podemos deixar ainda de falar sobre as multas geradas a partir de problemas relacionados a itens obrigatórios do automóvel. Para não dar mole, fique ligado no comportamento do seu carro, verifique tudo com periodicidade e monitore sinais de problemas.

Uma das vantagens da manutenção preventiva é que você mesmo pode fazer uma inspeção básica, mas que não deixa de ser eficiente, como verificar o estepe, extintor de incêndio, limpador de para-brisas, pneus, embreagem, bateria, ar condicionado, freios,  nível de óleo, lanternas e piscas, entre outros itens. O check-up completo não chega há 15 minutos e ajuda evitar problemas.

Não existe uma data específica para realizar a manutenção preventiva de seu carro, salvo as manutenções programadas pelo fabricante durante o período de garantia, pois tudo depende da marca e do modelo. Como regra geral, porém, ela precisa ser feita a cada seis meses ou a cada dez mil quilômetros (revista quatro rodas) – o que vier primeiro. Caso esteja em dúvida, verifique o manual do proprietário. Além disso, se seu automóvel foi retirado zero quilômetro da concessionária, você precisa ficar atento às revisões obrigatórias. Caso seja seminovo e passou por todas as revisões obrigatórias de concessionária, lembre-se de levar periodicamente a um mecânico de confiança. É importante lembrar ainda que seu estilo de direção e situações às quais o carro é exposto contribui para reduzir os intervalos entre as manutenções.

Enfrentar muita poeira, estradas esburacadas, ficar parado em congestionamentos por muito tempo, viver em locais onde a alta temperatura e índice elevado de salitre são comuns e podem exigir a manutenção preventiva antes do período indicado. Muitas pessoas têm o péssimo costume de pular revisões ou realizá-las de uma forma superficial, apenas em alguns itens. O que pode acarretar em problemas realmente sérios ao carro e desvalorizá-lo no momento de revenda.

Escrito por: Juliana Barros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s